QUEM SE APEQUENA MESMO?

gigantepalmeirasIlustres Palestrinos,

Em 2014, do lado de lá do muro na Barra Funda se falou muito pelos quatro cantos que o lado de cá do muro estava se apequenando e perdendo espaço no cenário de nosso futebol brasileiro; numa entrevista coletiva com a soberba de sempre, um tal mandatário do lado colorido arrotou seu discurso demagogo e patético, então, a cada mordida em bananas espalhadas pela mesa a sua frente, este senhor manifestava um ar de superioridade que foi reproduzido por toda a imprensa esportiva.

Na época, nosso jogador mais produtivo adotou a decisão de pular tal muro expondo a todos que a sua continuidade em nosso clube só não ocorreu por míseros  5 mil reais, porém, logo foi descoberto que na verdade o caboclo saiu de um salário mensal de 220 mil oferecidos do lado verde para 350 mil oferecidos do lado rosado. Quanta diferença!

Pronto, este simples caso associado aos fracassos nas ultimas temporadas foi a sentença necessária para a imprensa vendida e dirigentes sem escrúpulos jogar nosso prestigio para baixo rebaixando o status de nosso clube no cenário nacional! Conveniente não acham?

Pois bem, risquem tudo isso que foi escrito acima e vamos falar a verdade, ou melhor, vamos cair na real!

Vamos a partir de agora explicar alguns requisitos para realmente identificar quais clubes realmente se apequenam em nosso futebol, principalmente em São Paulo.

O tal pequeno clube para os soberbos tem média atual maior que 26 mil torcedores por jogo, enquanto a soberania das galaxias não conseguem colocar nem 11 mil em seus domínios! Olha que só cito o Campeonato Paulista, mas vale lembrar que nem na Libertadores das Américas ele chegaram perto de nossa média de publico! Bem, se seguimos nesta mesma toada podemos citar as rendas destes jogos: Aqui a renda bruta média ultrapassa 2 milhões de reais, com renda liquida média acima de 1,3 milhão de reais, já nos galáticos a renda bruta não chega a 400 mil reais, 5 vezes menos que a nossa, vou repetir: NÓS FATURAMOS 5 VEZES A RENDA DELAS, mas que tal falar de renda liquida? Só piora, pois não chegam a 200 mil reais, ou seja, nossa renda liquida é 6 vezes maior que do dito por si mesmo o Soberano! Só não são os piores dos ditos grandes de São Paulo, porque o time do litoral consegue ser mais caótico.

Mas dirão os opositores que isso é sazonal, então vamos para algo que é baseado ao status e a visão do clube no mercado: Patrocínio de camisa! O Palmeiras tornou-se o clube com a camisa mais valorizada do futebol brasileiro com míseros 50 milhões de reais anuais de receita, e olhe que para isso nem foi preciso arrendar espaço do sovaco e no calção como uns e outros já fizeram, já do lado de lá do muro a receita com patrocínio é ……………ZERO! Além disso, um dos nossos patrocinadores até pensou em patrocinar os soberbos, mas parte das justificativas por não terem escolhido o outro lado é que mercadologicamente o Palmeiras era a melhor opção, simples!

Vamos tentar outro requisito para definir a grandeza de um clube: Sócio-Torcedor! Pois bem, nova lavada! Afinal, aqui já temos mais de 102 mil sócios Avanti, o 2° do país e o que mais cresce neste ano, com estimativa sem exageros de chegar a 150 mil sócios ainda em 2015, já no mundo cor de rosa da vida só há 52 mil sócios, apenas o 8° no Brasil e olha que dizem que a torcida colorida é a 3° do país, Será?! Alias, torcida modinha é fácil! Vamos implantar a obrigatoriedade de monogamia clubística e tenho certeza que a torcida deles despencará nas pesquisas.

Mas se vocês acham que acabou ainda temos outros parâmetros interessantes, por exemplo, se tem algo que mostra que o clube está se apequenando é a sua incapacidade de pagar os salários de seus funcionários, mas não cito apenas os jogadores e comissão técnica, digo isso, porque do outro lado do muro, fizeram uma limpa até da tia do café, sem contar os já divulgados atrasos de salários e direito de imagens do elenco.

Pra fechar com chave de outro, vale ressaltar que aqui não tem escândalo, lá tem! Aqui nosso material esportivo é da fortíssima alemã ADIDAS, lá é Penalty, aqui a diretoria de futebol é profissional, lá é uma zona! Aqui, contratação é algo feito com estudo e analise apurada, lá é feito nas coxas (vide caso patético de Dória que jogará só alguns jogos e ainda não está bem fisicamente e que tal falar de Daniel, ex-Botafogo, que fez exames aqui e foi reprovado, fez exames lá e foi aprovado e segue sem data para retorno aos gramados, fiasco monstro) , mas tem algo mais pequeno que ter jogador do seu elenco que metade do salário é pago por um rival? Ridículo!

Será que precisamos citar os estádios? Melhor parar por aqui!

Cabe aqui uma observação: Há obviamente torcedores que não gostam que façamos apologia aos resultados financeiros, considerando que apenas o que importa são os resultados esportivos, o que é corretíssimo pensar desta forma, porém é necessário que estes se atualizem do novo cenário esportivo, onde o dinheiro faz com que os clubes melhores administrados financeiramente tenham condições superiores aos demais, logo estarão obviamente mais próximos de conquistas, portanto, não estamos comemorando pura e simplesmente os resultados financeiros, mas estamos sim estimando um sucesso esportivo que virá de acordo desta administração de time GIGANTE que somos!

 Tabela Comparativa de Publico e Renda do Paulistão 2015

Tabela Comparativa de Publico e Renda do Paulistão 2015

tabela2

 

 

O FENÔMENO DE BILHETERIA DO ALLIANZ PARQUE

ALLIANZPARQUESUCESSOIlustres Palestrinos,

O Allianz Parque é um fenômeno, um sucesso de publico e bilheteria e como, muitos de nós, já havíamos previsto, um divisor de águas para a Sociedade Esportiva Palmeiras. Enquanto alguns ainda torcem o nariz para reconhecer que o Palmeiras voltou a se agigantar e assumir o papel de protagonismo, muitos da imprensa, artigos, publicações e comentários já se dão conta que a maré virou de vez e a tendencia é seguir surpreendendo com grandes públicos, rendas gordas e transformando o Allianz Parque no alçapão que sempre foi o antigo Palestra Itália.

Os números são espetaculares, inclusive considerando os amistosos realizados na pré-temporada e uma projeção pessimista pode levar a uma receita jamais conseguida por um clube brasileiro em toda a história.

O que mais tem surpreendido é que aliado a um publico grande nos jogos, o programa Sócio Avanti cresceu espetacularmente chegando hoje acima de 99 mil sócios, mas mesmo assim, o preço médio do ingresso segue muito alto, onde nas contas da ESPN é de R$76,30 enquanto os demais clubes estão com média de R$33,10, ou seja, mais que o dobro, logo se avalia que o Palmeiras tem conseguido levar publico mesmo com preços altos, pois em outro levantamento apurado pelo GE indica que em média, 75% dos ingressos são adquiridos por sócios Avanti, então, apenas 25%, ou 1/4 do publico compra seus ingressos com valor cheio.

Vejam na tabela abaixo os públicos e rendas de todos os oito jogos ocorridos no Allianz Parque com mando de jogo do Palmeiras; Não há nesta lista os números do jogo contra o AUDAX, pois este jogo teve sua renda destinada para o time de Osasco.

Números de todos os jogos do Allianz Parque
Jogo Publico Renda Bruta Receita Liquida
Palmeiras x Sport-PE 35.939 R$ 4.915.885,00 R$ 3.623.234,67
Palmeiras x Atlético-PR 33.151 R$ 2.976.260,00 R$ 1.907.540,87
Palmeiras x Shandong 27.013 R$ 1.568.020,00 R$ 961.601,01
Palmeiras x Red Bull  20.151 R$ 944.345,00 R$ 480.130,89
Palmeiras x Ponte Preta 24.834 R$ 1.765.765,00 R$ 1.082.869,74
Palmeiras x SCCP 29.072 R$ 2.646.893,75 R$ 1.743.807,48
Palmeiras x Rio Claro 17.808 R$ 1.134.780,00 R$ 576.953,27
Palmeiras x Capivariano 32.134 R$ 2.578.175,00 R$ 1.698.534,68
Soma Total 220102 R$ 18.530.123,75 R$ 12.074.672,62
Média Total 27513 R$ 2.316.265,46 R$ 1.509.334,07
Jogo do Capivariano com renda liquida estimada

Conforme a tabela acima, o preço médio do ingresso dos oito jogos foi de R$ 84,19, considerando apenas o Paulistão é de R$ 78,24, mas a pergunta que todos querem saber é qual a projeção de receita com bilheteria para 2015, então vamos as contas: Vamos considerar que o Palmeiras fará pelo Paulista mais 7 jogos, 4 da primeira fase, o jogo das quartas, da semifinais e a final, mais 19 jogos do Brasileirão e mais 7 jogos da Copa do Brasil, considerando que o Palmeiras fará jogos de volta nas duas primeiras fases e chegaremos na final, logo totalizando os três torneios faremos um total de mais 33 jogos no Allianz Parque que se somarão aos 6 jogos atuais que completarão 39 jogos.

Considerando a média de publico atual de 2015 (excluindo portanto os dois jogos de 2014) de 25.169 torcedores e renda liquida também destes 6 jogos de 2015 de R$ 1.090,649,51 segue a projeção de receita apenas com bilheteria.

Estimativa de Receita no Allianz Parque em 2015
Jogos até hoje Publico médio Renda Bruta até hoje Renda Liquida até hoje
6 25.169 R$ 1.772.996,45 R$ 1.090.649,51
Total de Jogos 2015 Publico médio Estimado Renda Bruta Estimada Renda Liquida Estimada
39 25.169 R$ 69.146.861,87 R$ 42.535.331,04

Portanto, nossa estimativa final é que apenas com bilheteria dos jogos do Palmeiras teremos uma receita liquida (já com os custos descontados) de mais de 42 milhões de reais, ou seja, mais receita que os patrocínios na camisa adquiridos em 2015.

Vale ressaltar que há ainda outras boas receitas previstas com o Allianz Parque que não estão contabilizadas apenas na bilheteria dos jogos do Verdão: Estacionamento (20%), Shows (5%), Outros jogos e eventos (5%), Naming Rights (5%).

Já temos 15 milhões anuais com Naming Rights com o nome do estádio, ou seja, 750 mil reais e há uma previsão de mais dois Naming Rights em dois setores no valor total de 15 milhões cada, ou seja, 30 milhões totais que dará 1,5 milhão em 2015.

Além destas receitas haverá investimento da loja oficial do Palmeiras, Academia Store, pois haverá uma loja de aproximadamente 400 metros quadrados, a ser inaugurada perto do início do Campeonato Brasileiro, e mais três quiosques, esses já em funcionamento, colocados em pontos estratégicos, em locais com maior circulação de torcedores.

Vejam abaixo algumas comparações feitas na ESPN sobre os excelentes números do Palmeiras no Allianz Parque:

1) A arrecadação do Palmeiras na sua casa representa 39% do valor total faturado por todos os 12 principais clubes do país nos estaduais desta temporada. O segundo na lista é o SCCP, com ‘apenas’ 15%.

2) Somados, os três principais rivais do Palmeiras têm praticamente a metade da renda obtida pelo Palmeiras no Paulista: são R$ 5,8 milhões de SCCP, Sardinhas, SPFW.

3) O Palmeiras arrecadou mais do que todo o Campeonato Carioca até agora (cerca de R$ 7 milhões). E também do Gaúcho (R$ 6,5 milhões) e goleia o Mineira (na casa dos R$ 3,5 milhões). E fica perto de todos os outros jogos do Paulista (R$ 10,5 milhões).

4) A principal razão da bilheteria polpuda do Allianz Parque está no preço dos ingressos. O valor médio dos jogos disputados lá é de R$ 76,3, contra R$ 33,1 da média de todos os grandes.

5) Na sua casa, o Palmeiras ganha muito mesmo com uma média de 25,6 mil pagantes por jogo, ou cerca de 60% da capacidade do Allianz Parque: ou seja, a chance de ganhar mais dinheiro existe.

Agora vejam o que aconteceu no jogo do Maracana: O maior público do Brasil em 2015, de 44.329 pagantes teve renda menor que o jogo do Palmeiras, total de R$ 2.129.865,00 e apenas 24% desta rend toda foi parar nos cofres dos clubes, ou seja, apenas R$ 505.755,89, portanto, ainda tinha caboclo que dizia que o Palmeiras estava fazendo um mal negócio, inocentes!

HOJE SEPULTAMOS O PIOR PALMEIRAS DO SÉCULO

adeuswesley

Credito da Imagem: Palmeiras Mil Grau

Ilustres Palestrinos,

Talvez poucos de nós se deu conta da importância do dia 27 de fevereiro de 2015, mas farei meu dever de informa-los que hoje trata-se do dia onde, no meu ponto de vista, sepultamos de um vez por todas o pior Palmeiras do Século sem sombra de duvidas!

Hoje é dito como importante, pois trata-se do ultimo dia de trabalho de Wesley Lopes Beltrame que ficará marcado por muito tempo, como a contratação mais desastrosa dos últimos tempos do futebol brasileiro, um jogador, que veio com pompa de craque, através de um sistema patético de vaquinha, estimulado por um dos piores presidentes da Sociedade Esportiva Palmeiras, o elemento chamado Arnaldo Tirone, contratação esta que até hoje nem foi paga direito e hoje, este jogador se despede do clube após três anos sem compensar um tostão sequer do que foi investido e para piorar o cenário, ainda saíra gratuitamente, confirmando o quanto foi desastrosa a investida do Palmeiras por este individuo.

Nem citarei o fato que Wesley, a partir de amanha, vestirá as cores soberbas do clube em real decadência do futebol paulista porque tenho total certeza que este elemento também fará com que seus torcedores fiquem putos, mas antes que me esqueça, lá é SPFW, lá ninguém fica putinho, lá no máximo ficam chateadinhas!

Bem, vamos ao assunto principal desta publicação que se refere ao pior Palmeiras do século, obviamente que me refiro ao elenco de 2014 e, as lamentáveis campanhas de um time medíocre que deveria cair no esquecimento de todos nós que sofremos, mas provavelmente será muito lembrado, principalmente pelos odiadores de nosso clube.

Engana-se os que pensam que a culpa exclusiva do elenco de 2014 recai apenas sobre a gestão de Paulo Nobre e novamente Wesley é a simbologia deste discurso, pois o mesmo veio na gestão, que repito, mas nunca é demais, de um dos piores presidentes que já tivemos, um senhor que nunca teve o discernimento adequado que se exige de um presidente para comandar um clube da grandeza do Palmeiras. Paulo Nobre, em sua gestão em 2013, fez o feijão com arroz básico apenas para retornar o clube para a série A e vimos um 2014 até promissor, com um inicio de temporada no minimo  respeitável, mas no decorrer da temporada fomos vendo o time minguar de forma caótica e deplorável chegando no final da temporada num cenário catastrófico e na dependência de outros e da ruindade de outros mais para ficarmos na elite do futebol. O time que terminou a temporada no ultimo jogo é sim um dos piores da historia e digo mais, pior até que os times que caíram em 2002 e 2012, ou seja, conseguiram a proeza de fazer piorar o que parecia “inpioravel”.

Mas vem você educadamente e me pergunta porque a morte deste Palmeiras só ocorre hoje com a saída do lastimável Wesley: A resposta é atitude! Pra se tornar o pior dos piores o que mais faltou foi compromisso, honra a camisa e dignidade, mas obviamente que também faltou futebol, tática, técnica, sorte e organização, mas a falta de compromisso destoa dos demais aspectos e novamente Wesley é o simbolo desta tese aqui publicada, pois o que restou ao Palmeiras de 2014 no final de temporada foram jogadores ruins e medíocres que mal sabiam correr, chutar, dar bica pra fora e três cabeças pensantes; Prass, Valdivia e Wesley! Por mais que saibamos que Wesley foi terrivelmente mal, nós sabíamos que ali tinha potencial para mais, sabíamos que ali teria condições de pensar lances que são os diferenciais em jogos amarrados, mas visivelmente se via no semblante de Wesley que ele não estava nem um pouco afim de gastar seus neurônios em pró do clube, mas no final do mês seu salário inflacionado caia bonitinho.

Os outros dois citados não entram na mesma discussão por motivos clínicos, no caso dos dois, pois ficaram boa parte da temporada lesionados, por motivo de falta do que fazer, pois Prass, como goleiro, nada pode fazer na armação do time e por fim porque se Valdivia não é uma sumidade como jogador e/ou esportista, pelo menos mostrou nos poucos momentos que esteve em campo, uma vontade acima do normal em colaborar e fazer o seu melhor pelo Palmeiras, por isso restou apenas Wesley, o simbolo marcante deste Palmeiras que quero esquecer!

Só como observação antes que os críticos venham com as pedras de sempre: Obviamente que não me refiro ao resto do elenco apenas como dragas inconcertáveis eternamente, principalmente Allione (que não jogou o ultimo jogo), Cristaldo e os garotos da base, mas a base do meu pensamento é se referir a quem se esperava mais, não apenas tecnicamente, mas como a inteligencia do time em campo.

Em 2015, o cenário é totalmente diferente, pois varias das contratações realizadas neste ano são de jogadores que também são inteligentes e cito Zé Roberto, Cleiton Xavier, Robinho, Alan Patrick, Dudu e Arouca. É assim, com este novo elenco, com um novo pensamento que esqueceremos de vez do sofrimento que vivemos em 2014.

Credito do Vídeo: Palmeiras Mil Grau

AU AU AU ZÉ ROBERTO É UM ANIMAL!

ZEROBERTOBom Dia Palestrinos,

Bem, vou sair um pouco do clichê e ao invés de falar de nossa vitória empolgante que alimenta ainda mais a esperança que finalmente temos um elenco competitivo e que este ano vamos ser muito fortes em todas as competições que disputaremos, mas me permitam falar de Zé Roberto, que realizou uma preleção histórica neste sábado pilhando os jogadores, comissão técnica e inclusive a diretoria.

Pra mim, a contratação de Zé Roberto estava entre as três principais, junto com Dudu e Arouca, mas pelo espirito de liderança e pela visão de profissionalismo, dentro e fora de campo, já é neste inicio a principal contratação do clube e estou aqui apostando que o Zé vai entrar na história do Palmeiras e não digo isso apenas pela sua liderança, mas pelo ser humano que é este rapaz! Impressionante!

Parabéns Paulo Nobre e diretoria que apostou na contratação de um jogador de 40 anos, que muitos torceram o nariz, que o Grêmio, inexplicavelmente deixou sair de Porto Alegre. O Palmeiras começa o ano empolgante, dentro e fora de campo! Tá lindo!

AU AU AU ZÉ ROBERTO É UM ANIMAL! AU AU AU ZÉ ROBERTO É UM ANIMAL!

ENFIM, O INICIO DA NOVA ERA VERDE

2015Ilustres Palestrinos,

2014 foi para muitos nós palmeirenses um dos piores anos, de sofrimento, frustrações e lamentações, mas parece que toda penitencia pela qual passamos no ano passado teve um motivo, parece que tínhamos que passar pela provação pela qual sofremos em 2014 para agora sim, viver momentos de esperança e a expectativa finalmente de viver uma nova era de títulos e conquistas.

Toda esta esperança nos faz relembrar de forma nostálgica como saímos da fila de títulos em 1993, naquela época, como em 2015, houveram investimentos pesados com a vinda da Parmalat e assim nos sagramos campeões de quase tudo que disputávamos, por isso, nada melhor que imaginar que possamos estar diante deste mesmo momento, agora em condições até mais favoráveis, pois agora, caminhamos com nossas próprias pernas, com nossas próprias receitas, sem a necessidade de uma co-gestão.

Hoje, no Allianz Parque, as 17 horas, iniciamos a nova ERA VERDE, que seja igual ou melhor a que vivemos na década de 90, um elenco planejado em cada uma das suas posições, temos goleiro com reserva de confiança, temos uma zaga com sobras, temos um lateral direito de responsa com reserva da base jogando muito, temos só o melhor lateral esquerdo do ano passado, também com reservas de peso, nosso elenco de volantes é definitivamente o melhor do Brasil, dando suporte para um meio de campo criativo e inteligente e nosso ataque promete muitas comemorações, pela lucidez dos jogadores contratados, mas pela expectativa de mais oportunidades criadas pelo nosso meio de campo super técnico, não se esqueçam o nosso diamante a ser lapidado que vem da base e por fim um técnico experiente com uma proposta de jogo que nos faz ter uma esperança de sorrisos largos, enfim, propositalmente não citei nenhum nome, pois apenas a partir de hoje saberemos realmente de onde saíram as nossas maiores alegrias, quais jogadores serão os mestres deste elenco forte e planejado.

Da mesma forma que em 1993, onde iniciamos nossa arrancada de títulos, na estreia do Paulistão daquele ano, o pontapé e a esperança de uma nova Era não surgiu apenas no jogo inaugural da temporada, mas veio com o aporte financeiro, com contratações cirúrgicas e de jogadores de peso mesclados com jogadores jovens que vinham despontando no cenário nacional, neste ano, principalmente, vem de uma consciência financeira de uma gestão de Paulo Nobre que soube segurar o impeto do torcedor que há dentro dele por dois anos e agora, como disse Alexandre Mattos, em 2015, o Palmeiras é praticamente o único clube brasileiro da Série A capaz de beber de água limpa e desfrutar de uma gestão ética e com compromissos que fazem com que os jogadores se sintam confiantes, motivados e estimulados a fazer o melhor em campo.

Que sejamos felizes e vamos pro jogo! Palestrinidade em Alta!

TCHAU 2014!

sofrimentoealivioHoje, dia 17 de dezembro de 2014, foi a data escolhida para o retorno das publicações deste humilde e pacato blog, não é por acaso, foi instintivamente planejado para ocorrer após as decisões e provações que nós palmeirenses tivemos que passar durante este ano, que era para ser o do centenário, mas virou o ano do martírio, do sofrimento, da angustia e das lamentações.

Muitos me procuraram nas redes sociais questionando a parada de publicações no blog, mas explico com simplicidade que não havia motivos e, principalmente desejos de seguir publicando textos na decorrência do cenário que se apresentou, principalmente neste segundo semestre.

Me vi sem o direito ou dever de usar este espaço para destilar a raiva, ódio, chateações, lamentações e criticas e mais criticas, primeiramente porque isso não faz bem para quem lê e não faz bem para quem escreve. Há quem diga que o desabafo ajuda aliviar momentos de raiva e stress, mas já vi em outras ocasiões que isso não funcionou para mim, além disso, há quem diga que quem lê criticas e as concorda não se sente sozinho em sua raiva momentânea, mas isso, sinceramente,  não me parece ser uma ciência exata e muito menos saudável. Também não usei este espaço porque era certo que todo e qualquer palmeirense já teriam material o bastante, dentro da mídia palestrina e nos portais de noticias, para ler tudo de ruim que poderia ser dito e escrito sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras, portanto, percebam, para que ficar aqui expondo algo que todos, já sabiam e já teriam lido em outro lugar, ou seja, me poupei e poupei os assíduos deste espaço.

Isso é ruim, pois conforme as analises de audiência, este blog a cada mês era mais visualizado e, muitos já haviam o colocado em seus favoritos e esta parada longa significa uma perda neste sentido, mas não havia, de forma alguma, como 2014 não se tornar um ano de perdas, no final, tornou-se um ano melancólico e a ser esquecido.

Talvez o único e possível ponto positivo, se é que podemos usar algum termo que não seja negativo para 2014, foi que o palmeirense na sua essência perdeu totalmente a inocência, virou definitivamente um “casca dura”, se tornou num torcedor mais politizado e aqui para entender este pensamento usarei uma analogia: o palmeirense se tornou argentino (coincidência?), daquele que vai a frente da Casa Rosada fazer o panelaço, pois antes éramos como os brasileiros, despolitizados e que sempre acreditávamos nas promessas e, sempre usávamos o termo esperança como nosso alicerce maior na torcida pelo Palmeiras. Isso, para boa parte dos torcedores que conheço acabou, mas não foi apenas por culpa exclusiva da atual gestão de Paulo Nobre, não mesmo! Isso vem desde 2008, quando ali conquistamos o Campeonato Paulista naquela campanha incontestável, pois ali, depois longos anos de sofrimento pós Parmalat, nos viam novamente como um clube a ser respeitado, mas a partir dali, os sucessivos insucessos das gestões seguintes nos fizeram tornar o que somos hoje.

A eleição de Luiz Gonzaga Beluzzo, tão sonhada por nós palmeirenses era a esperança cristalina de anos de gloria, mas tornou-se uma gestão que colocou o clube definitivamente no vermelho e mergulhado em dividas e sem títulos, em seguida, veio a catastrófica gestão de Tirone, um amador, como todos os outros, mas este totalmente fora de orbita, capaz de ganhar um titulo no acaso e no mesmo ano ser rebaixado, para completar, finalmente chegamos na eleição de Paulo Nobre, novamente, como na eleição de Beluzzo, as esperanças eram muito maiores, com uma expectativa de renascimento do clube, mas novamente fomos enganados e iludidos por um senhor que mostrou boa vontade e uma preocupação nobre com o clube não apenas na sua gestão, mas procurou asfaltar o terreno para as gestões futuras, foi generoso com o clube com uma movimentação financeira e investimentos que só alguém do bem seria capaz de fazer, mas errou demais, cometeu gafes inaceitáveis, sucumbiu-se a atitudes que fragilizaram o clube e o time em campo foi reflexo destas ações lastimáveis que culminaram num fim de ano de sofrimento que se torna no final do dia de hoje, um alivio, pois todo o drama sofrido no final deste ano só terá sido um susto, mas um susto que jamais um clube, do tamanho e da importância que temos poderia passar.

Que estes anos todos tenham servido de lição para todos nós e que 2014 tenha sido o ano do aprendizado para Paulo Nobre, que incontestavelmente ganhou mais dois anos a frente do clube porque seu adversário era definitivamente um retrocesso terrível, que sorte hein!? Mas só por isso terá estes dois anos a mais, porque os erros de sua gestão foram imperdoáveis e emblemáticos. Que Paulo Nobre entenda a logica do futebol, onde receitas, audiências, maior destaque na imprensa, maior visibilidade e mais recursos são provenientes principalmente de um time em campo que corresponda a grandeza do clube. Não podemos viver mais da expectativa de um único jogador, como Valdivia, que vive eternamente com suas lesões intermináveis, não podemos viver apenas do amor de nossa torcida, não podemos arrecadar antes para investir depois, temos que investir antes para arrecadar depois, pois no futebol, como numa horta no fundo do quintal de casa, o plantio vem antes da colheita.

Respeitem a importância, a historia e a grandeza da Sociedade Esportiva Palmeiras e saibam que por causa desta trágica gestão, nem a inauguração de nosso novo estádio, o Allianz Parque, foi capaz de seduzir este humilde blogueiro a voltar a escrever neste espaço, pois nunca me iludi com alguns lapsos de alegria que a nós foi proporcionado neste ano, as magras vitórias aliadas as inúmeras derrotas foram mais fortes.

Se a lição foi compreendida só saberemos em 2015, mas pelo menos, pelas primeiras noticias, declarações e boatos vejo que é possível que tenham entendido o recado que este ano deixou para o Palmeiras e que o novo dinheiro proveniente das rendas de nosso estádio, que as receitas da televisão que não foram adiantas e que as receitas de patrocínio que assim esperamos que 2015 tenhamos possa nos elevar novamente para o posto de protagonismo que cabe ao nosso clube.

Acabou um sofrimento e um drama que espero sinceramente nunca mais viver! Não há comemorações, mas há um alivio e há novamente uma esperança que 2015 será o recomeço glorioso.

Que sejamos dentro de campo o que somos nas arquibancadas!

A CURIOSA HISTÓRIA DAS MAGICAS LESÕES DE VALDIVIA

Imagem flagra antes do inicio da partida que Valdivia, supostamente, já poderia estar sentindo algo que o incomodava

 

Ilustres Palestrinos,

Você como palmeirense, atônico com a atual campanha do time em pleno centenário, também foi presenteado com as lesões magicas confirmadas de Valdivia, que foi, voltou e já ficará fora novamente por cerca de um mês, deixando, principalmente de participar novamente de jogos importantes da temporada do clube, pois perderá, certamente, o primeiro jogo das oitavas de final, contra o Atlético-MG e ficará de fora de jogos pelo Brasileiro que poderiam nos livrar muito do cenário catastrófico que se desenha, afinal, esperar para resolver lá para o final do Brasileiro com este psicológico do clube, melhor não esperar!

Primeiramente vamos nos posicionar sobre a fratura comprovada no nariz de Valdivia, ali de fato, foi algo grave, porém e curiosamente, esta lesão não ocorreu no domingo, mas sim na quarta-feira passada, em choque com Wesley no treino e então veio o questionamento da grande maioria da nossa torcida: Por que os médicos do clube não diagnosticaram esta fratura antes? Por que somente ontem, no hospital após a partida é que se confirmou  o diagnostico citado acima?

Fui, durante esta segunda-feira, devidamente alertado, por especialista na área de medicina que dificilmente um médico seria capaz de reconhecer ou diagnosticar uma fratura no nariz, dos capazes, provavelmente os neurocirurgiões e radiologistas que geram os laudos das tomografias. Porém há sim um especialista capaz de diagnosticar uma fratura sem a necessidade de uma tomografia, o bucomaxilo, que é simplesmente um especialista da área de odontologia, isso mesmo, são dentistas da especialidade bucomaxilofacial  os mais capazes para diagnosticar com eficiência e exatidão uma fratura no nariz. Inclusive são estes profissionais que tratam e operam estas fraturas isto principalmente porque quando se atinge o septo, a fratura se torna mais complexa, inclusive requirindo anestesia geral.  As placas usadas neste procedimento são bem caras e o profissional desta especialidade na area de odontologia são os mais valorizados.

Enfim, com esta aula que dei agora para todos vocês, retiro, apesar de não ter dito, mas de ter concordado, qualquer menção que os médicos do Palmeiras não foram competentes, afinal, em suas especialidades, isso não seria possível. Porém, dos males o menor, esta fratura diagnosticada não exigirá operação e inclusive o jogador poderia jogar já no próximo jogo, nesta quarta-feira.

Agora vamos falar da segunda lesão? Enfim, esta sim, costumeiramente já bem conhecida, alias as palavras: Valdivia, Lesão e Muscular são amantes eternas, afinal, quantas mil vezes já vimos o Mago, de suas magias, com lesão muscular? Perdi a conta!

O que me causa uma certa estranheza nesta história toda é o fato da tontura e dificuldade de respiração vim a ocorrer exatamente no mesmo momento que se percebe Valdivia colocando a mão na coxa, num ato visível que houve sim um incomodo no local da lesão no mesmo momento, ou seja, carapalida, as dores das duas lesões ocorreram no mesmo momento, o que torna o caso curioso e espetacular, pois jamais imaginei que um jogador, num campo de futebol, o melhor no gramado do clássico, simplesmente é substituído por lesões totalmente diferentes. Há quem diga que Valdivia, ao perceber que sentirá uma lesão muscular que o impediria de continuar, preferiu usar uma possível dor que já o incomodava para não ser questionado novamente por uma lesão muscular rotineira, isso não é impossível e considero até compreensível.

E diante deste este fato curioso, estamos cá, sem o jogador, que tecnicamente é disparado o melhor do Palmeiras, e mais, novamente Valdivia deve se ausentar de jogos importantes, como ocorre desde sua volta, em 2010. Isso também é bem curioso, não acham? Infelizmente Valdivia segue sendo um caso exemplar de custo beneficio pífio, não porque ele não é um jogador bom, mas porque a produtividade dele é baixíssima, afinal joga muito menos do que deveria.

E assim, contamos mais um capitulo espetaculoso da saga de Mago Valdivia, o magico das lesões!

O COLAPSO DA GESTÃO NOBRE

nobrecolapsoIlustres Palestrinos,

A derrota deste fim de semana diante de nossa torcida contra o SPFC com gol daquele que já foi nosso camisa 14, parece carimbar definitivamente a lastimável gestão de Paulo Nobre, e expõe totalmente o colapso geral que ocorre na Sociedade Esportiva Palmeiras nas mãos dele.

Não vou aqui repetir todas as gafes e erros desta gestão, pois será uma leitura extensa, cansativa e desnecessária, afinal todos nós sabemos muito bem enumerar e citar todos estes erros, desde a saída de Barcos até os dias atuais.

O que acredito é que há três aspectos que são os pilares deste colapso, são eles: Planejamento, Convicção e Números.

Planejamento, ou melhor a falta de planejamento é um dos aspectos que nos impõe esta crise interminável. Na campanha de sua eleição, Paulo Nobre sempre pregou o profissionalismo como um dos seus pilares de seu projeto para o clube, mas o que vimos nestes 20 meses é que as decisões e as varias montagens de elenco comprovam que não há mais planejamento, se é que um dia houve! Se fala muito que pegaram um clube mergulhado em enormes problemas financeiros, e que a atual gestão tem trabalhado para fazer com que o Palmeiras volte a ser grande a médio e longo prazo, ou seja, não é para agora, mas sinceramente isso parece mais um discurso visando amenizar o cenário atual, do que simplesmente uma realidade, apesar que até acredito que há realmente este pensamento.

Convicção, ou melhor, a falta de convicção ficou evidente na definição do corpo técnico e do elenco do Palmeiras nestes 20 meses. Nobre, ao receber a gestão do Palmeiras após a desastrosa gestão de Tirone, com um elenco fraco, e com Gilson Kleina optou visivelmente em aumentar o elenco e manter o técnico visando a operação de retorno a elite, ali ficou claro a convicção que 2013 teria um único objetivo, voltar para a Série A, pois o elenco montado e a manutenção do técnico só daria para isso mesmo, apesar de ter no mesmo ano uma Libertadores e uma Copa do Brasil. O Final de 2013 ficou uma lição que o objetivo foi atingido e que a convicção inicial foi acertada, pois ali se criou uma estrutura no time com pilares em todos os setores! Porém em 2014, Nobre tinha como obrigação pensar mais alto, afinal, ano de nosso centenário e não caberia neste novo projeto a manutenção de Gilson Kleina e seria necessário reforçar o time, mas o que vimos foi exatamente o contrário, e pior, ficou evidente que não havia convicção do que se queria para o Palmeiras, afinal, quem vai atras de Bielsa, obviamente não poderia de forma alguma imaginar a manutenção de Kleina.

Nobre cita novamente o fato de trabalhar com um projeto a médio prazo, ou seja, nada mais faremos este ano, mas será que estas derrotas seguidas fará que ele sustente esta ideia? A falta de convicção em outros momentos me faz crer que não!

A falta de convicção também fica evidente no momento que passamos todo este tempo sem patrocínio master, segundo Nobre, porque queria valorizar nossa camisa, mas por varias vezes, pontualmente, estampamos em nossa camisa marcas bisonhas por qualquer preço.

Os números são infalíveis e o ultimo aspecto que explica o colapso da Gestão Nobre. em 20 meses foram 35 contratações, montagens e desmontagens de elencos com o campeonato em curso. Nenhum clube no planeta sai impune com estes números. A falta de patrocínio master também habita este aspecto, afinal muito se fala que o Palmeiras não sente tanta falta do Master porque houve um aumento de sócios Avanti que cobriram a receita, mas isso é querer enganar a minha inteligencia, afinal se você tem 1 e deixa de ter esse 1 e passa ter outro 1 isso nada mais é do que 1, enquanto se você tem 1 e passa a ter outro 1 isso significa que você tem 2, ou seja, o ganho de receita com o programa Avanti não supera o fato que não temos a receita de patrocínio.

Enfim, se você acha que já estamos no fundo do poço, acreditem, pode piorar! Estamos na zona de rebaixamento, perto da lanterna, chances enormes de virar no aniversário de nosso centenário na zona de rebaixamento o que é inadmissível, mas toda esta montagem com Gareca e os novos contratados, principalmente escolhidos pelo novo técnico pode simplesmente minguar se por acaso houver algum tipo de consenso entre diretoria e Gareca que ele não deve mais continuar, ai meu amigo, nem chore, porque será tarde!

Ainda creio que esta fase passará e não cairemos, mas a paciência de todos está sendo testada e muito. Nas eleições estamos claramente órfãos de um candidato que represente uma mudança que tanto esperamos, pois Nobre e sua austeridade mostra a nós que não é competente e Pescarmona, pelo amor de Deus, não o vejo capaz de fazer algo inteligente.

Resta torcer que os próximos 100 anos que começara em 27 de agosto de 2014 iniciem com o pé direito, porque chega hein!

NO MAR DE INCOMPETÊNCIA, ALGO CERTO! NÃO CONTRATAR DIEGO SOUZA

diegosouzadeclinioBom Dia Ilustres Palestrinos,

Depois de um longo e rigoroso inverno e hibernação total deste humilde e pacato espaço e blogueiro retornamos a ativa! Infelizmente voltamos num momento delicado para a Sociedade Esportiva Palmeiras diante dos últimos acontecimentos e do caos que se instalou na Gestão de Paulo Nobre, mas enfim, a esperança e uma certeza que sairemos desta crise é total!

Na retomada das publicações do blog gostaria de comentar o que se muito falou nesta semana sobre as negociações com Diego Souza e o desfecho com a ida do jogador para o Sport de Recife.

Muitos torcedores, parte deles, alucinados pelo mal momento vivido pelo time em campo e também pelas bizarrices da atual gestão lamentaram e mais, se sentiram ridicularizados por achar que o Palmeiras perdeu tal jogador para o time pernambuco. Esta visão é totalmente míope e distorcida pretendendo apenas ludibriar o pensamento dos que pouco pensam, mas muito reclamam!

Diego Souza é um jogador em declínio nítido, tanto do seu futebol, como da sua importância! Diante do seu momento leiloou sua volta ao Brasil e foi procurado por três clubes de massa, Palmeiras, Flamengo e Vasco, todos ofereceram salário compatível com o momento do jogador, de 150mil a 200 mil reais, o que convenhamos está bom demais para Diego Souza, mas o mesmo não aceitou nenhuma destas propostas. Então veio o Sport Recife, que curiosamente vem ensaiando a tentativa de trazer algum jogador de mais nome já faz um tempo, vale lembrar que estavam tentando trazer Riquelme semanas atras, muito provavelmente uma jogada da atual diretoria por algum motivo que não conhecemos, enfim, o clube então viu a oportunidade em trazer Diego Souza e não mediu esforços e topou pagar o pedido do jogador.

Pontos que deveriam saltar os olhos dos que hoje se sentem pouco honrados pelo desfecho deste negócio: Diego Souza, com esta decisão, deixa evidente que não está mais preocupado com a sua carreira e não almeja mais grandes conquistas ou destaque maior, pois ao dispensar três clubes de massa pelo Sport de Recife apenas porque toparam pagar o salário pretendido deixa claro que por ele, o que interessa no atual momento é colecionar mais alguns milhões de reais para sua conta visando uma aposentadoria mais gorda. Sendo assim que deixem que ele vá extorquir o time de lá! Um jogador que ainda confia em si mesmo bancaria a vinda para um clube como Palmeiras ou os clubes cariocas citados exatamente para voltar para a crista da onda, mas não é mais o caso dele.

Outro ponto é a responsabilidade do clube e neste caso, por mais que tanto os times cariocas como o Palmeiras estejam em esforço pleno e desgastante de cometer gafes e erros em montagem de elenco a cada três meses, os mesmos se assemelham numa tentativa de frear esta inflação de salários impostas por empresários e jogadores, principalmente os medianos.

Enfim, bancar 400 mil reais para Diego Souza é motivo de sobra pra dizer que isso sim é ridículo e aos torcedores palmeirenses que disseram, principalmente nas redes sociais, que se sentiam ridicularizados por perder um jogador para o Sport, informo que vocês precisam de um analista, porque não estão batendo bem da cabeça! E mais, noticia de ultima hora que só compromete ainda mais o negócio! Ibson está dentro do pacotão, ou seja, mais uma daquelas contratações casadas, onde para ir um tem que levar outro! Será que nem assim, vocês percebem do que nos livramos?

Apesar desta ressalva referente a esta negociação, vale reforçar que nada disso diminui o fracasso que tem sido a gestão de Paulo Nobre, que veio, no ato de sua eleição, como uma opção para gerir o Palmeiras de forma mais profissional e planejada, mas que vem ao longo do seus dois anos mostrando que é tão mambembe como as outras!

UM TIME 50% EM TUDO!

50Ilustres Palestrinos,

Com a derrota de ontem diante do ridículo time do Botafogo finalizamos a oitava rodada numa condição curiosa, mas que representa perfeitamente a fase que vive nosso estimado clube. Temos um aproveitamento de 50% dos pontos disputados, mas não é só isso!

Jogamos 4 jogos em casa! Vencemos duas, perdemos duas! Jogamos 4 jogos fora de casa! Vencemos duas, perdemos duas! Estamos em 9° na tabela, mas há chances de terminar em 10°, ou seja, meieiro novamente! Se dentro de campo tá assim, fora não tá muito diferente! Nas contratações, não somos ousados a ponto de trazer grandes nomes, mas ultimamente também não temos contratados ruindades assumidas como em outros tempos, citando um exemplo: Jorge Preá! Na politica, não cheira, nem fede! Nos bastidores fazemos só o feijão com o arroz básico! Nosso publico nos estádios condiz com nosso estado! Mediano comparado ao restante dos clubes, mas dá pra dizer que é decepcionante e melancólico ver um jogo no interior de São Paulo com o publico pífio de ontem!

Em resumo: Tudo nos leva a crer que essa vida mais ou menos vai continuar nos aterrorizando ainda por um tempo, pois infelizmente as perspectivas para o futuro próximo não são de um upgrade neste estado.

Então te pergunto: O que deverá mudar para que possamos largar esta escrotidão meieira que impera no Palmeiras? Audácia! Mas pelo que estamos vendo isso não virá tão cedo! Resta torcer que o Allianz Parque e Ricardo Gareca consigam mudar o patamar do Palmeiras, ou seja, vamos esperar que o que está sendo plantado agora nos garanta uma boa colheita em breve!

Que chegue a Copa do Mundo logo para que possamos ter um descanso desta mediocridade!

Antes que eu me esqueça: o CÚrintia é um time de merda!

LUXA PRÓXIMO!

VanderleiIlustres Palestrinos,

Diante das ultimas noticias, é possível cravar que Luxemburgo está muito próximo de sua quinta jornada no Palmeiras.

A grande maioria de nossa torcida não morre de amores por Vanderlei e estou dentro destes que não se simpatizam com o treinador, fato que ocorre pelos seus insucessos em suas passagens pelo clube, não apenas dentro do campo, mas fora também.

Porém, diante das possibilidades cogitadas desde a saída de Kleina, Luxemburgo por 200 pilas mensais, na minha opinião, é sim a melhor solução, menos pelo que conhecemos dele, mas pelo os outros nomes cogitados, mas cabe sempre uma reflexão: O cara que um dia foi chamado de estrategista, não virou um asno pro futebol.

Enfim, entendo que a solução Luxa por momento é a melhor para o Palmeiras e para ele, pois terá a oportunidade de se reabilitar dos insucessos recentes em outros clubes e querendo ou não, nos últimos 30 anos só ganhamos títulos com dois treinadores: Felipão e Luxemburgo e sua ultima passagem pelo clube, em 2008/2009 o Palmeiras havia sido campeão paulista e era protagonista do campeonato brasileiro até o momento, porém, somos costumados a só lembrar das tragedias e erros.

Só citando que Luxa é a melhor solução porque os demais cogitados não me agradam e de forma simples explico:

Ney Franco: Seria uma boa opção pensando num melhor uso das categorias de base, algo que tanto questionamos, mas é evidente que neste ano não haverá esta paciência em testes com garotos e Ney Franco não vem vivendo uma grande fase.

Jorginho: Temos em nossa memória a sua fase curta de interino, logo após a saída de Luxemburgo em 2009 e uma boa campanha com a Lusa na série B e só! Depois disso foram varias campanhas em outros clubes e todas ruins! Não o vejo como técnico do Palmeiras, pois ainda tá num patamar para clubes médios, ou seja, é uma versão de Kleina.

Dorival Júnior: Por Dudu, sempre cogitamos Dorival como nosso comandante, mas vive uma fase ruim, com campanhas pífias nos seus recentes trabalhos. Não é hora para apostar nesta parceria, apesar que seu preço, a exemplo do Luxa, também deve tá baixo.

Doriva: Um único trabalho com sucesso no Ituano não pode servir como argumento para assumir o Palmeiras, fora de cogitação!

Técnicos estrangeiros: Solução que muito me agrada, mas é um experimento, não há como negar isso! Acredito que neste ano precisamos estabilizar a sangria dos vexames e ter um time solido e talvez um técnico estrangeiro seja avesso a isso e buscará arriscar mais o que pode ser mais traumático, além disso, ninguém dos cogitados virá pra ganhar pouco, ou seja, é um risco caro e comprometedor para as finanças já bem avariadas do clube, logo que invista em jogadores.

Só ressalto que Luxa por 200 é uma coisa, Luxa por 700 eu partiria para outra solução.

CASO ALAN KARDEC: TODOS PERDEM INCLUSIVE OS QUE ESTÃO RINDO AGORA!

alankardecfoiIlustres Palestrinos,

Fim de semana que pode entrar naquela conta de dias que queremos e muito que se distanciem de nossas memórias o quanto antes, mas como todos já estão carecas de saber, não foi a derrota enfática no jogo de sábado a noite contra o time do STJD que nos trouxe esta sensação azeda, mas sim o desfecho (99,9%) da negociação de Kardec, que conforme noticiado, está indo para o SPFC.

Trata-se de uma negociação, frustrada para nós palmeirenses e vitoriosa para o SPFC que chega a ser cômica, pois não consigo ver lado positivo para nenhum dos envolvidos, exceto, obviamente, os agentes que lucram com suas comissões descaradas.

Perde o Palmeiras: O time enfraquece consideravelmente, afinal sobrou no elenco Rodolfo e Miguel e estão trazendo Henrique que jogou o Paulistão pela Lusa, ou seja, ninguém inspira confiança, apesar de acreditar que o retrospecto do garoto Rodolfo impressiona e com mais cancha pode sim a vir ser muito produtivo. Perdemos também porque damos novamente sinais, que tanto repudiamos, que as gestões que comandam o clube pouco se importam com a grandeza do clube, afinal, perder seu principal jogador para o rival de muro é inadmissível e só ajuda a nos rotular como o time que diminui o seu tamanho! Seguimos perdendo, pois a não ser que haja uma grata surpresa e o elenco consiga absorver esta perda e alguém assuma o papel de goleador, o Palmeiras definitivamente está fora da briga pelo titulo, com poucas probabilidades de brigar por vaga na libertadores e disputará a Copa do Brasil como azarão e contando com a sorte, tudo isso somente no ano do seu Centenário! Por fim, o Palmeiras precisa perder a inocência, afinal, em menos de dois anos perdemos dois centroavantes que até então estavam esquecidos no futebol, um, o tal Barcos, esquecido na América Latina, recuperado pelo clube, convocado para o seu selecionado argentino e então se valorizou e lá veio o Grêmio e levou o jogador, o outro, Kardec, que estava no ostracismo no Benfica B, também se dá bem e chega a ser até cogitado para fazer parte do grupo brasileiro na Copa do Mundo, mas também valorizado deixa o clube. Viramos formadores de jogadores esquecidos!

Perde Paulo Nobre: Com consequência da perda do Palmeiras, o presidente é sempre o mais afetado, pois o time em campo, quase sempre é reflexo da politica dos seus gestores, exceto alguns milagres, como o titulo da Copa do Brasil de 2012, mas a conta de Paulo Nobre desta vez é muito maior que apenas a consequência citada, pois dele se pendurava muitos palmeirenses na esperança que sua politica, austera, pés no chão, de olho não apenas no seu mandato, mas também no futuro do clube fosse reerguer o clube nos patamares que tanto ostentamos em nosso história, mas o desastre nas negociações e a repercussão de detalhes expõem uma certa arrogância e podíamos até afirmar uma certa birra que Nobre parece ter em seus principais embates. O excesso de confiança que em algum momento Kardec renovaria com  o Palmeiras fez com que ele cometesse o pecado da avareza, chegando a recuar em valores já definidos e isso com certeza não foi bem recebido, alias, confirmando o que se especula, ninguém aceitaria! Desta forma, Nobre fortalece a sua oposição, que desta vez está corretíssima e,além disso faz com que boa parte da torcida palmeirense, que até então o apoiava, se volte contra ele, deixando sua gestão mais tensa. Depois dessa, a cobrança será intensificada! A Organizada virá babando e se até então só Kardec teve gastrite, se preparem, que a queimação vai pegar todo mundo agora, ou seja, como muitos gostam de citar: “a paz acabou!”

Perde Alan Kardec: O jogador está deixando um clube onde está habituado, onde foi abraçado pelos torcedores, onde já estava com status de homem chave do time para viver um cenário que não o ajuda pelo seu retrospecto em sua carreira. Te pergunto: Quando foi que Kardec, até hoje, teve uma condição tão favorável para se tornar ídolo? Nunca! Além disso, segue o caminho de Barcos, que preferiu ficar invisível e ganhar mais do que seguir na visibilidade que tanto o Palmeiras concede, no caso de Kardec, pelo simples fato que está indo para o SPFC onde lá encontrará um cara que já é dono da camisa 9 e manda no clube, junto com o goleiro, ou seja, inicialmente vai pra ser banco, algo que parece impensável, mas será sua realidade ao mudar de lado! Nem precisamos ir longe! Basta citar que Aloísio, o tal “boi bandido” que foi muito mais útil no ano passado que Luis Fabiano, mas sempre via a reserva no seu caminho quando o camisa 9 se recuperava de qualquer lesão! O mesmo acontece com Oswaldo, que até chegou a ser convocado para a Seleção, algo que Kardec, nesta atual, nunca foi, mas anda atualmente esquecido no Jardim Leonor e por fim, é notório a forma como o goleiro velho e mofado manda nas bandas de lá e vai que tu não é bem recebido com estas 350 pilas que vai receber por lá? Já era! Portanto, é nesta arapuca que Kardec se meteu, a merce da expectativa que o camisa 9 siga sua rotina de ausências para tentar se sobressair, um ambiente bem desfavorável para quem acha que ainda tem muito para conquistar no futebol, pra mim, um erro de estratégia de carreira deplorável.

Perde o SPFC: Sim, até os que estão fazendo festa cometem a gafe de gastar sem critério e devem ver o dinheiro gasto agora virar pó! Tudo isso é facilmente explicável! Kardec já jogou até com Neymar, mas nunca foi uma unanimidade e nunca apareceu tanto como no Palmeiras, mas vale sempre ressaltar que Kardec não foi exatamente testado como deveria, afinal, até hoje, jogou paulista e série B, dois torneios que não podem ser usados como parâmetro para ninguém! No Palmeiras, tinha a vantagem de ser único, lá será mais um e atrás sempre do dono do time, logo suas chances de mostrar para o SPFC que o negócio foi acertado não serão grandes, sendo assim, como o SPFC espera recuperar os tais 4,5 milhões de Euros e fazer valer a pena pagar 350 mil reais mensais por um jogador que na verdade é a segunda opção? Que garantias também são suficientes para acreditar que o desempenho deste jogador seguirá o mesmo jogando num torneio muito mais difícil? Pra mim, uma aposta que pode naufragar!

Resumindo, todos perdem, uns moralmente, outros financeiramente, tem para todos os gostos! O time do Jardim Leonor segue tentando dar o troco do caso Cafu, quando levou um balão histórico do Palmeiras, mas depois disso já deu uns 18 balões, mas segue usando Cafu como desculpa, bem, que são mal caráter já sabíamos, cabe a nossos gestores serem menos inocentes! Kardec levará o rotulo de mercenário consigo o que pode atrapalha-lo daqui pra frente! Nobre zerou seus pontos positivos e a não ser que daqui pra frente nos surpreenda com novidades deverá sofrer o pão que o diabo amassou por esta “cagada” histórica e por fim o Palmeiras muda seu status de time da ponta de cima da tabela para coadjuvante da temporada.

E nós Palmeirenses? O que tu acha? Minha sugestão é tentar não se estressar mais tanto com o futebol, pelo menos neste ano! Vai pra praia, vai namorar! Jogar videogame, comer água e terminar o fim de semana bêbado, enfim, vá fazer algo que faça você pensar menos no Palmeiras, porque em 2014, nossa cota de esperança foi pro saco!

Que chegue logo os festejos do centenário e a inauguração de nossa arena para que nosso humor melhore um pouco!

UMA NOVELA CHAMADA: RENOVAÇÃO DE ALAN KARDEC

kardecgolIlustres Palestrinos,

Se tem algo que me faz ficar muito preocupado é esta interminável novela para renovação de Alan Kardec, de longe, nosso jogador mais produtivo no elenco atualmente.

Serei sucinto afinal há muita informação corrente em portais e nas mídias palestrinas então não caberá a mim explicar toda esta celeuma que se criou diante desta renovação.

Meu ponto de vista é simplório e objetivo: O Palmeiras viveu por anos e anos com administrações carniceiras e maléficas ao clube que visavam apenas os louros daqueles que ali estavam a frente do clube, em letras transparentes: Belluzzo fez de tudo por um titulo e endividou o clube como nunca antes havia acontecido enquanto Tirone e sua tropa de trapalhões reforçou o clube deixando a conta para quem viesse depois, logo os dois por motivos diversos e diferentes foram ruins ao clube.

Paulo Nobre tenta incessantemente o equilíbrio que todo clube precisa para sobreviver aos momentos ruins e desfrutar das glorias e ganhar mais grandeza nos momentos de excelência. Esta me parece a melhor das matemáticas e a mais adequada, porém…

Terminamos o paragrafo anterior com as reticências necessárias para dizer que as vezes é necessário ter uma pontinha de ousadia e que nem tudo será medido com a sua régua e ceder aqui pode significar ganhar mais adiante.

Não deveria trabalhar com boatos, mas o que estou a dizer acima se refere sim a suposta noticia que o Palmeiras teve que aumentar sua proposta para o Benfica em meio milhão de Euros que convertidos são 1,2 milhões de reais. Se isso for realmente verdade e se realmente a diferença entre a proposta do Palmeiras e a proposta do jogador estava na casa de 20 mil reais mensais como também foi noticiado Paulo Nobre conseguiu gastar em 1 dia o mesmo que gastaria em 5 anos inteiros, afinal 20 mil mensais em 5 anos daria exatamente os 1,2 milhões de reais da necessidade de cobertura de proposta que supostamente é do SPFC.

Para quem, e não tenho duvidas disso, busca incessantemente não deixar o legado de dividas para as próximas gestões, esta estratégia, neste caso especifico naufragou caoticamente e, só cabe agora a atitude de forma veemente fechar acordo ainda hoje e soltar uma nota confirmando a renovação e de forma devastadora, desaprovar qualquer manobra que tenha havido de qualquer clube brasileiro que tenha prejudicado o Palmeiras.

Porém, mais do que isso, realizar uma reflexão profunda dos próximos passos, pois o método é excelente, contrato de produtividade é a forma mais adequada, mas precisamos entender que não podemos ficar reféns austeros de uma politica sem um plano B, pois antes de tudo, vivemos do time e este time precisa de um elenco capaz de trazer além de vitórias e títulos, precisa ser capaz de trazer frutos também financeiros e fazendo analogia ao mercado financeiro, se tu quer ganhar mais, precisa arriscar mais!

Enfim, estou escrevendo baseado em boatos e suposições, mas queria e muito não deixar de opinar sobre isso!

QUAL SERÁ O PIOR PROBLEMA DO PALMEIRAS!?

nobrebrunoro1Ilustres Palestrinos,

A eliminação nas semifinais do Paulista diante do Municipal lotado e contra o modesto time do Ituano é mais um revez dolorido que será difícil cicatrizar, como tantos outras derrotas históricas, mas esta passa ainda pelo fato que havia uma relação de confiança da torcida com o time, infelizmente isso virou água!

Porém o Palmeiras segue um barril de pólvora, onde o bipolarismo da torcida e principalmente a prejudicial forma como a oposição atua dentro do clube faz com que o Palmeiras viva na corda bamba o tempo todo, onde um trabalho, por mais que sério, comprometido, evolutivo sofra criticas severas e acaloradas na derrota.

Há sim erros e correções necessárias, mas não é possível que não se perceba uma evolução num todo, seja na gestão, no profissionalismo, no equilíbrio de custos e receitas, num elenco muito mais fortalecido, afinal, é preciso lembrar a todos que o clube foi entregue de forma caótica, com dividas absurdas e os bons jogadores contratados nas gestões anteriores, que na verdade nem pagos foram, deixando tudo a cargo desta gestão, que precisou, obviamente iniciar um trabalho de reconstrução do clube num todo, inclusive o elenco, que hoje o considero melhor que os elencos de SCCP e SPFC, mas claro que nossas carências sempre serão mais lembradas no momento da tragedia!

Mas, os corneteiros esquecem rapidamente que estas carências citadas são de ciência da atual gestão. Vamos lá! Citamos dois casos, por exemplo, a lateral direita tão deficiente a ponto de precisar improvisar um zagueiro na posição; O Palmeiras lutou, com as armas que tinha, pela contratação de Moreira, mas não conseguiu chegar a um acordo, durante este processo viu jogos onde Wendel não comprometeu e havia uma expectativa no garoto Bruno, mas por algum motivo, não anda sendo relacionado, enfim, o problema seguiu, mas não significa que a gestão atual não tentou resolver! Já para a reserva de Kardec o Palmeiras trouxe Rodolpho, promessa do Rio Claro que foi concorrido inclusive com os outros grandes de SP, mas que provavelmente sentiu o peso da camisa e não deve ter ido bem nos treinos, ou seja, mais uma tentativa da diretoria que aparentemente não surtiu o resultado esperado, por enquanto!

Logo, será que realmente o problema está numa gestão que é séria, comprometida e principalmente preocupada não apenas com seus dois anos na frente do clube, mas com o seu futuro? Creio e sinceramente penso que não!

Para consolidar minha opinião, faço do texto de Gian Oddi, comentárista da ESPN, as minhas palavras sobre qual é o maior problema do Palmeiras.

Veja aqui o blog de Gian Oddi, mas reproduzirei na integra seu comentário.

 

A derrota para o Ituano eliminou o Palmeiras do Campeonato Paulista. A mais nociva das consequências do resultado para o clube, contudo, será dar munição a uma oposição continuamente danosa e às suas torcidas organizadas violentas e mal acostumadas.

Com ou sem Libertadores, não defendo o desprezo aos estaduais. Por respeito à torcida, qualquer título, quando disputado com a camisa de um grande cube, merece ser jogado e, se possível, conquistado com afinco.

Ou seja: a avaliação do início deste texto nada tem a ver com a importância do Paulistão. Tem a ver apenas com o imenso estrago que “inimigos políticos”, estejam eles dentro do clube, na torcida ou até em parte da imprensa que se sente desafiada, são capazes de fazer a um time de futebol.

Não é exclusividade do Palmeiras. Flamengo e Corinthians de hoje que o digam. Historicamente, porém, ninguém sofre tanto com este problema no futebol brasileiro como o clube cujo centenário será celebrado em agosto.

Não se trata de defender determinada ala ou grupo político. Até porque, como se sabe, a oposição de hoje é a situação de amanhã. E vice-versa. E no Palmeiras, invariavelmente, a oposição deixará de lado sua função fiscalizadora para simplesmente atrapalhar e acabar com a paz e as condições de trabalho salubres entre dirigentes, comissão técnica, jogadores e torcedores.

Após o 1 a 0 para o Ituano, as circunstâncias inusitadas do jogo e do torneio, além da própria natureza do futebol, serão ignoradas em detrimento dos vereditos que surgem primeiro em redes sociais para, na sequência, criar uma enxurrada de comentários populistas em programas de TV igualmente populistas.

Ao apito final, já era possível antever tais vereditos.

As (não poucas) boas contratações que fizeram do elenco um grupo bem mais confiável que o de anos anteriores serão desprezadas. Agora será preciso seguir a velha regra do futebol brasileiro: ter “ambição”, contratar alto e torrar um dinheiro que não existe.

A torcida organizada, com sua visão deturpada do futebol e de sua própria importância, se sentirá autorizada a fazer crescer sua mancha de estupidez com violência, pichações e faixas. Tudo isso, sabe-se bem, por ter perdido as regalias às quais estava habituada.

O técnico, em que pese as recentes e frustrantes passagens recentes de medalhões como Luxemburgo, Muricy e Felipão pelo mesmo Palmeiras, precisará ser trocado por um… medalhão.

A reformulação das categorias de base. O fim do indecente Palmeiras B. A melhora na circulação de informações que evitou vazamentos a colunistas ávidos por qualquer migalha de informação sem credibilidade. A profissionalização de setores do clube. A ausência de discursos e ações populistas tão nocivas ao futebol em geral.

Estas e outras conquistas ou virtudes da atual diretoria alviverde serão esquecidas ou minimizadas porque, afinal, o Palmeiras perdeu do Ituano.

Os erros também existem, como costumam existir em quase todos os trabalhos humanos. O “caso Barcos”, até hoje mal explicado, é bom exemplo. A ausência do patrocinador dura mais que o razoável. Alan Kardec não tem reserva…

Ainda que existam, contudo, os equívocos da atual gestão estão longe de ser o principal problema do Palmeiras de 2014.

O maior problema do Palmeiras de 2014 é o mesmo do Palmeiras de vários outros anos. É ter muita gente, dentro de sua própria casa, para quem prevalece a máxima do “quanto pior, melhor

 

O BIPOLARISMO DE CERTOS PALMEIRENSES!

93831Ilustres Palestrinos,

Estamos no dia seguinte de mais uma vitória, mas nada como acompanhar as redes sociais e constatar que nosso torcedor palmeirense é extremamente bipolar, pois não basta vencer e chegar com os pés nas costas nas semifinais, precisa seguir criticando! Precisar seguir corneteando e obviamente é nítido que alguns estão sendo manipulados e outros são cara de pau mesmo que só sabe criticar e estão trabalhando a favor da oposição, mas enfim, veja como somos bipolares!

Semana passada como havia gente puta da vida com o Avanti, não é? Gente até dando razão para ira de torcedores que quebraram a sede e gente mandando carta aberta em site oposicionista criticando Paulo Nobre por causa do sistema do sócio-torcedor, mas hoje, meu amigo, estão lá comemorando o fato que já estão com seus ingressos garantidos para a semifinal contra o Ituano e para o jogo da Copa do Brasil, tirando um sarro de quem ainda não comprou e não aproveitou o pacotão proposto pelo programa, mas então eu te pergunto: Mas não era o Avanti que era o programa que só beneficiava o elitismo e a segregação? Não é o Avanti que tira dinheiro do seu bolso? Me faz me rir! Só não vou colocar aqui a prova do que estou dizendo aqui para ninguem ficar me enchendo o saco depois!

Outro camarada foi mais profundo! Infelizmente há uma lentidão excessiva no portal do Futebol Card, mas por isso este rapaz foi capaz de dizer que achava mais justo quando ele pegava aquelas filas intermináveis no Palestra Itália e que não acreditava que demorou 40 minutos para comprar ingresso no site. Então fiquei pensando aqui com meus botões: Quanto tempo será que o mesmo levava para comprar o ingresso enfrentando uma fila interminável? Supondo que ele não precisasse nem se deslocar, ou seja, que morasse lá no Palestra, mesmo assim, quanto tempo será que ele perdia na fila? Será que é tão ruim assim ficar no conforto da sua casa ou do escritório do seu trabalho, no ar condicionado, bebendo uma cervejinha ou uma água, comendo um petisco ou fazendo um lanche, sem sol na testa ou será que é mais legal pegar aquela fila de horas? Vai entender hein!

Tem gente mandando os outros processarem o Palmeiras pelas dificuldades encontradas na compra de ingresso, mas será que aquele infeliz que ficava na fila horas e mais horas e quando encostava sua testa na grade da bilheteria e ouvia que os ingressos estavam esgotados também tinha este direito?

Já outro comemora o fato de não ser Avanti, afinal segundo ele, assim economiza, porque assim não vai no jogo, enfim tu entendeu? Palmeirense da porra hein!

E não acabou! Há os que estão indignados que o jogo não passará na TV Aberta, criticando a gestão atual por ser submisso a isso, mas perai, não entendi! O mesmo que reclama da TV Aberta também reclama do ingresso e do sócio torcedor Avanti? Se quer criticar, me parece que precisa no minimo se definir entre que tipo de beneficio você quer, afinal o Palmeiras foi o ultimo a jogar, logo o mais correto é que nosso time esteja no jogo mais tardio, ora bolas, além disso, sem TV Aberta o Palmeiras deverá ter um publico ainda maior, logo também é melhor para o Palmeiras e por fim, será que pensam nos jogadores? Pelo jeito não!

Enfim, para concluir a sessão observatório do bipolarismo como há gente já lamentando o fato que não vai no jogo porque não tem ingresso, mas perai, como que é? Já acabou? Claro que não meu amigo, o fato é que estes são da turma que o ingresso caia no colinho sempre, mas agora precisam no minimo ter algum tipo de trabalho para comprar e ficam putinhos com as filas virtuais, afinal nestas filas não há como impor sua masculinidade e sua ignorância que se via nas filas da rua Turiassu, afinal este virou só mais um, ao invés da imponência pela qual se exibia com a jaquetona da torcida organizada mesmo com aquele sol de fritar ovos no asfalto.

Para estes, o ideal é o inferno mesmo! É aquele suor sem fim na luta por um ingresso! É aquele dia todo faltando no trabalho para ver o Palmeiras, sem saber se na segunda continuará empregado! É aquela intimidação dos valentões que em grupo desrespeitam os pais de família que estão na fila por horas! É os furões fila! Mas pensando bem, parte destes nem fila pegavam, afinal são organizados, boas gente, vivem o Palmeiras e tal!

É meu amigo! Não tá fácil pra ninguém!

Quero apenas lembra-los que esta publicação trata-se de uma critica a uma parte da nossa torcida que insiste em apenas criticar, e para isso por mais que haja mil coisas dando certo este acharam algo que não está legal e ficaram aporrinhando os demais, tudo isso baseado numa evidente manobra oposicionista que tenta implantar o caos, quando o certo era estar todos do mesmo lado.

Portanto esta publicação não tem exime de forma alguma o fato que o atual sistema de compra de ingressos do Palmeiras demonstra em seus momentos mais requisitados uma defasagem de capacidade em relação a sua demanda. Isso é algo que precisa ser melhorado principalmente com a reinauguração de nosso estádio, pois a demanda por ingressos sempre será grande.

Sexta-feira! Agora vamos para o bar!